Terceiro trailer de O Ladrão de Raios

Outro novo teaser poster

Novo teaser poster do filme baseado na capa do livro:

percy-jackson-lightning-poster-01

Novo teaser poster do filme

O site “roughcutreviews.com” postou o teaser poster do filme. Porém, vocês devem se lembrar daquele suposto pôster que havia aparecido há uns tempos atrás. Então, é o mesmo, só que agora com uma qualidade e visual MUITO superior.

poster_percy_jackson

Percy Jackson será também quadrinhos

Robert Venditti, autor dos quadrinhos “The Surrogates” (o filme, inclusive, estreiou dia 25/09 nos EUA), vai ser o responsável por transformar a história de Percy Jackson em quadrinhos. Ele já está adaptando o primeiro livro da série para os quadrinhos, mas ainda não há informações sobre a adaptação dos próximos livros. Os quadrinhos devem chegar às livrarias no Segundo semester de 2010.

Fonte: Percy Jackson France

Antologia Meio-Sangue

Feita pela comunidade do orkut Percy Jackson e os Olimpianos, essa antologia é, resumidamente, uma futura Zine (revista virtual de contos), que terá como tema a MITOLOGIA grega. Os personagens de Percy Jackson poderão ser utilizados sem o menor problema, mas o enfoque principal será nas crenças da civilização grega.

E uma novidade acompanhante é que os três melhores textos serão premiados! Sim, a editora Intrínseca adorou o projeto e os 3 melhores contos ganharão um exemplar de A Maldição do Titã!

Para maiores informações, vá para: http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=42384468&tid=5385029420240194983

Trailer #2

Não sabemos se é oficial.

Confirmado lançamento de “A Maldição do Titã”

Foi postado no blog oficial a confirmação do lançamento do terceiro livro da saga de Percy Jackson, A Maldição do Titã.

O livro estará nas livrarias no dia 1º de outubro!

Para conferir a resenha, clique aqui.

Entrevista com Logan Lerman – Parte 01

loganlermanmainLogan Lerman pode ser o próximo Daniel Radcliffe, mas ao contrário de seu antecessor, ele não vai ter saído do nada. Lerman conduz a aventura fantástica de fevereiro “Percy Jackson e os Olimpianos: O Ladrão de Raios” (dirigido por Chris Columbus, diretor dos dois primeiros filmes de Harry Potter), mas ele foi notado pela primeira vez cinco anos atrás, como um dos titulares irmãos no drama da WB, Jack & Bobby. Agora, Lerman tem dois filmes diferentes que chegam aos cinemas: “My One and Only”, onde ele interpreta George Hamilton jovem, ao lado de Renée Zellweger, e “Gamer” um filme de ação dos criadores de “Crank” Neveldine/Taylor.

O Movieline conversou com o astro de 17 anos sobre The Goonies, a idéia de lançar Uma Thurman como uma terrível vilã em Percy Jackson e sobre seus planos para resistir uma potencial fama como a de Potter.

Quão louco é ter alguns anos para filmar seu três últimos filmes, e ainda Gamer e My One and Only sendo liberados ao mesmo tempo, com Percy Jackson logo em seguida?
É muito favorável, apenas um bom timing. É bom que Gamer esteja saindo agora – eu acho que fazem quase três anos desde que começamos a gravá-lo.

Por que demorou tanto tempo para ele sair?
Eu não tenho certeza. Você provavelmente vai me citar nisso, mas … [risos]…Eu acho que foi porque Mark [Neveldine] e Brian [Taylor] saíram para fazer Crank 2, tipo, logo após o disparo de Gamer. Eles apenas focaram nisso por um tempo,
e terminaram a pós-produção de Crank 2 antes de determinarem Gamer.

Em Gamer, você é o jogador que “controla” o avatar de Gerard Butler na elaboração de um vídeo game futurista. Como você sincroniza o sua performance com a dele?
O jeito como fizemos, é que Gerard fazia sua cena louca de ação, em seguida eu as assistia e tipo imitava o que eu vi nessas cenas, editadas no meu mundo de telaverde, que eu tinha no Novo México. A coisa mais difícil em fazer Gamer foi descobrir toda a linguagem do Video game, porque não é como se houvesse tecnologia real para fazer isso. Para descobrir os movimentos das mãos e chegar com tudo isso foi realmente uma grande coisa para mim.

De certa forma, então, é como se Gerard estivesse controlando você. Ele formulava seus movimentos, e você tinha que responder a eles.
Sim, é desse jeito. Gerard e eu saímos um pouco antes do filme começar em pré-produção, mas nunca tivemos realmente uma cena juntos, onde nós contracenamos um com o outro, o que é interessante.

Em sua carreira, você sempre interpretou a versão mais jovem de um outro personagem do filme, e em My One and Only, você está interpretando um jovem George Hamilton. Como você se prepara para a sua performance quando você tem esse tipo de papel? Vocês fazem o seu personagem, juntamente com seus colegas mais velhos?
É um tipo de mistura. A verdade é que você se prepara tanto quanto é possível, e mesmo que não vá usar todo o trabalho que você fez antecipadamente, as pequenas coisas ajudam. Na pré-produção de My One and Only, eu realmente queria conhecer George e eu acho que ele queria me conhecer, mas não tivemos a oportunidade de realmente se encontrar e conversar. Eu tinha uma espécie de apreensão, fiquei pensando: “OK, eu estou interpretando este ícone, ele é um grande ator, e esta é sua história.” Ao mesmo tempo, porém, não encontrar ele me deu uma certa liberdade nas páginas escritas, para fazer as minhas próprias.

Ainda assim, até uma semana atrás, eu estava realmente nervoso sobre se George aprovaria ou não o personagem. Eu o conheci na pré-estréia, nesta festa de antecedência, e entrei na sua sala e disse: ‘Olá’, e ele me sentou e disse que estava muito feliz e muito comovido. Ele realmente parecia feliz, e isso é mais que um ator pode pedir.

[continua no post abaixo…]

Entrevista com Logan Lerman – Parte 02

Demorou um pouco para Gamer e My One and Only serem liberados, mas Percy Jackson é uma história diferente. Houve uma data de lançamento definida e um trailer antes mesmo de terminarem as gravações.
Sim, nós fizemos isso e apenas alimentando através dele, e eles estão para liberá-lo muito em breve. Mas tudo o que tenho a dizer sobre Percy Jackson é que, pelo que tenho visto, é realmente um dos melhores filmes de todos. Ele vai explodir, e muitas pessoas ainda não o conhecem. O trailer oficial ainda não saiu, e as pessoas realmente ainda não viram nada, mas ele realmente vai levar todo mundo na agitação.

Então o que você sabe sobre ele que nós não? Eu sei que é baseado em uma série de livros, e que, essencialmente, trocou Hogwarts pelo Monte Olimpo. O que mais?
Eu vou tentar não ir que muito longe, e eu sou muito ruim nisso. [risos] Para mim, a coisa sobre este filme é que ele traz de volta o sentimento de “De Volta para o Futuro”, para mim. O sentimento, o tom desse filme, é o que é para mim.
Está cheio de seqüências de ação, grandes atores, ele tem todos os elementos e técnicas para vir a ser um filme surpreendente. Eu vi um monte de cortes e muitos efeitos de exemplo, e é apenas um estouro, este filme. Se você quer algo olhar de frente, há essa batalha aérea insana em Nova York, com os raios de Zeus, bem coisa de fim-do-mundo, é apenas a cena de batalha mais legal de todas!

Eu estou mais curioso sobre a participação de Uma Thurman como Medusa. Eles a fizeram bonita ou horrível?

Você sabe, ela chegou e estava tão animada para fazer esse papel, e eu estava morrendo de vontade de trabalhar com ela. Ela tem um desempenho tão assustador neste filme. A maneira como ela olha, ela tem essa roupa de couro realmente longa, com cobras loucas saindo da sua cabeça, sibilando. Sou horrível para explicar, mas isso é porque eu nunca vi nada parecido antes.

Há um conjunto muito bom de atores que representam os deuses gregos neste filme: Uma, Pierce Brosnan, Rosario Dawson …
A coisa que mais excitou sobre este filme foi “Somos nós que vamos conseguir um grande elenco, ou não?”. Eu fui contratado antes de todo mundo, e o que realmente me atraiu para o filme foi trabalhar com Chris Columbus, porque ele é um dos os cineastas mais impressionantes de todos. Ele fez os dois primeiros Harry Potters, ele escreveu The Goonies … ele apenas contribuiu muito para me fazer querer estar neste negócio.

Olha, eu estou animado que você mencionou The Goonies. Eu cresci com esse filme, mas eu tenho 30 anos. Eu não sei se adolescentes de 17, hoje, teriam sequer visto.
The Goonies é clássico. É o tipo de filme que trago comigo se eu quero sair da cidade por um longo tempo, porque só me faz lembrar dos melhores momentos que eu vivi com os meus amigos. Cara, todo mundo conhece o filme, todo mundo assiste o filme. Melhor filme familiar de todos os tempos.

Você estava determinado a se tornar um ator quando era apenas uma criança. Você sabia no quê você estava se metendo?
Eu comecei cedo só porque eu queria sair da escola. [risos] Eu só sabia que eu queria fazer outra coisa, e eu era muito jovem, então eu não sei como eu convenci meus pais a me deixarem fazer isso. Mas eu realmente não tenho muito interesse em quando comecei. Foi quando eu tinha doze anos que a minha mãe me sentou e disse: “Você realmente quer fazer isso?” E eu pensei sobre isso por um tempo, e realmente começei a ter um interesse por isso, e assim tem sido a minha vida desde então.

Você tem momentos em seu desenvolvimento, que sentiu que seu conhecimento na atuação aprofundou de repente?
Ah, claro. Quando eu fiz [Jack & Bobby] Eu aprendi muito, mas depois eu realmente queria saber mais sobre a qualidade do ofício – como as outras pessoas fazem, como meus heróis fazem – porque eu não estava muito bom. [risos] Eu não sabia o que diabos eu estava fazendo, eu estava apenas sentindo, mas eu não sabia onde eu estava indo. Então eu ouvi que eles estavam fezendo este filme de Jim Carrey, Número 23,
e pensei: “Eu realmente quero ser parte disso. Jim Carrey é um dos meus atores favoritos e eu quero aprender com ele, eu sou obcecado com ‘ Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças’ e eu realmente quero ver como ele faz o seu trabalho. ” E eu fiquei com o papel e ele descobriu que eu era um grande fã dele. Eu não tenho certeza que ele sabe o quanto significa para mim sentar e conversar com ele ou até mesmo vê-lo fazer uma cena, mas ele foi definitivamente a pessoa que mais me impactou.

Conversei com um monte de atores mirins, que são profissionais e que beiram o mecânico: ‘bata as marcas, diga o caminho, duas tomandas e você está fora.’
Isso totalmente não é o jeito que eu gosto de fazer. Sou mais andar em círculos para descobrir o que funciona para mim em cena.

Existe espaço para fazer esse tipo de coisa quando você está fazendo algo como Percy Jackson?
Ah sim, e é isso que eu amo no Chris. Ele realmente faz você se sentir confortável, tipo, você pode fazer muitos takes como você deseja ou tentar tudo que você quer. Você pode se sentir confortável para estragar. Ele é um diretor realmente colaborativo que faz você se sentir uma parte de tudo.

Se Percy Jackson se tornar o novo Harry Potter, você está pronto para o nível de fama de Daniel Radcliffe?
Quer saber? Tudo o que posso dizer é que eu amo meu trabalho. Eu sou obcecado com os filmes, e não há nada que eu não possa me ver fazendo, por tanto se isso vem com o pacote, então eu estou totalmente preparado para isso. Eu só quero ter certeza que estou contribuindo com bons filmes para a história do cinema, em vez de ser famoso apenas para ser famoso.

Fonte: Movie Line e LWL PICS (Tradução)

FILME – Mais imagens de cenas

Confira mais imagens de algumas das cenas do filme, destaque para o Cassino Lótus.

Clique aqui.


Os Olimpianos ::. Blog não-oficial da série de livros Percy Jackson

Blog Stats

  • 91.184 hits